Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Educação

“Tem ideias rígidas sobre tudo o que se refere à educação. Acha que os miúdos não se devem deitar depois das nove horas para darem um mínimo de sossego aos pais, que não se devem dar prendas caras a crianças ou, então, que nem sequer se devem dar prendas e que os pais devem passar, pelo menos, metade das férias sozinhos, para não serem importunados. Ela própria, logicamente não tem filhos, o que não é de estranhar, atendendo q eu não têm marido nem companheiro, nem mesmo namorado.”
 
A outra metade da laranja – Joana Miranda
Clauclau às 18:01

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Erros

“Quem foi o idiota que afirmou que se aprende sempre com a experiência? É verdade que, a seguir ao Honka, decidi nunca mais escolher um homem só por se adaptar perfeitamente aos meus piores defeitos... mas não posso dizer que consegui. Infelizmente, nunca me apaixonei por quem considerava humanamente digno. Esses ficaram todos meus amigos(...).
Coração à deriva – Ildikó Von Kürthy
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Interesses

"Haverá, porém, algo neste mundo que não seja movido por interesse? Poder-se-á amar, em sentido lato, uma pessoa que nunca retribuiu esse sentimento ou apenas revela uma reciprocidade passiva, não actuante?"
 
Ponte levadiça – Isabel Gouveia
Clauclau às 18:39

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Mereço mais

“Mas eu preciso de mais. Eu mereço mais, e tu não mo podes dar.”
Namorada dos meus sonhos – Mike Gayle
Clauclau às 18:42

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Só para te dizer

 

simplesmente, por existires.

Adoro-te F.F.!

tags:
Clauclau às 00:42

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

A minha vida

“Seja bom ou seja mau o teu filme, não puxes a fita para trás sem um bom motivo. Enquanto olhamos para trás, não vê-mos o que está à frente. Quem está de frente, desvia-se de quem olha para trás... e assim agarrados ao passado desconhecemos as novidades que a vida traz.
Faz-me feliz – Sérgio Cunha
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Fidelidade

“Tinha mantido casos amorosos incipientes, mas, no seu entender, suficientes para poder ser fiel a uma só mulher. Estava maduro para casar e tinha encontrado a mulher dos seus sonhos.” 
 
Não se escolhe quem se ama – Joana Miranda
Clauclau às 18:35

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 19 de Janeiro de 2008

Ficar calada

“Sempre pensei que não possuía nada de interessante para lhes dizer e que elas também não tinham nada de interessante para me dizer e, assim sendo, o melhor era estar calada e assistir aos acontecimentos, sentada na bancada da vida.” 
 
Sem lágrimas nem risos – Joana Miranda
Clauclau às 18:33

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Lição

"Era um dos mais respeitados guias da região, um homem que via na caça não um desporto selvagem, mas uma maneira de respeitar a tradição do lugar.
(...)
Quando chegava alguém com muito dinheiro, mas pouca experiência, ele levava-o para um lugar descampado. Ali, em cima de uma pedra, colocava uma lata de cerveja.
Afastava-se cinquenta metros da lata e, com um só tiro, fazia com que voasse para longe.
- Sou o melhor atirador da região – Dizia. – Agora você vai aprender uma maneira de ser tão bom quanto eu.
Recolocava a lata no mesmo lugar, voltava para a mesma distância, tirava um lenço do bolso e pedia que lhe vendassem os olhos. Em seguida, apontava na direcção do alvo, e tornava a disparar.
- Acertei? – perguntava, tirando a venda dos olhos.
- Claro que não – respondia o caçador recém-chegado, contente em saber que o orgulhoso guia tinha sido humilhado. – A bala passou muito longe. Não creio que possa ensinar-me alguma lição.
- Acabei de lhe ensinar a lição mais importante da vida – respondia o marido de Berta. – Sempre que você quiser conseguir alguma coisa, mantenha os olhos abertos, concentre-se, e saiba exactamente o que deseja. Ninguém atinge o seu alvo com os olhos fechados."
O demónio e a senhorita Prym – Paulo Coelho
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008

Corações à deriva

“Os homens amam-te se os humilhas. Não me perguntem porquê. É assim e pronto”
Coração à deriva – Ildikó Von Kürthy
 
 
Depois de várias relações amorosas falhadas, Nena parece ter finalmente encontrado o homem da sua vida. Eles são o oposto um do outro: Nena é impulsiva, rebelde e até um pouco neurótica; Philipp, além de ser um advogado de sucesso é um homem calmo, introspectivo e organizado. Ele ama a ordem, ela prefere o caos. Mas, por entre dois mundos tão distintos o amor parece vingar, pelo menos até aquela maldita manhã de domingo, precisamente na véspera do trigésimo segundo aniversário de Nena. Às 5.55h, o telemóvel de Philipp começa a tocar. Nena fica alerta e decide ouvir a mensagem que ficara gravada. É então que é confrontada com uma dolorosa realidade: a existência de outra mulher na vida do companheiro. E agora? O que fazer? Nena opta pela vingança e a sua única consolação é imaginar a cara de Philipp quando vir as suas roupas caríssimas estragadas. Mais confortada, Nena empreende uma viagem sem destino que a leva pelas auto-estradas alemãs, entre Berlim e Hamburgo. À medida que vai vagueando, nena discorre sobre a vida, os homens e as amigas, e toma uma decisão: desfazer-se da “Velha” Nena e tornar-se uma nova mulher, sexy e independente.
 

No fim tudo não passou de um mal entendido, não existindo qualquer outra mulher na vida de Philipp, mas sim na vida do seu melhor amigo.

Pesquisar

 

Posts recentes

Escolhas

Investir

Sonhar com o impossível

Amores

Amor

Felicidade

O que construimos

...

Algo melhor

Explosão de hormonas

Aventuras rápidas

Quero-te comigo

Arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

afl(30)

amor(260)

ana santa clara(9)

casamento(10)

catherine dunne(11)

citações(324)

dr.ª robin l. smith(8)

ildikó von kürthy(13)

joana miranda(60)

jorge bucay e silvia salinas(11)

livros(308)

margarida rebelo pinto(32)

maria joão lopo de carvalho(10)

miguel sousa tavares(24)

paulo coelho(28)

robin sisman(9)

sofrimento(21)

stefania bertola(12)

suzanne schlosberg(10)

vida(183)

todas as tags

Readspeaker

Imagens

Retiradas da net