Terça-feira, 27 de Março de 2007

O que é o amor?

Philos é o Amor sob a forma de amizade. Quando a chama de Eros não consegue já brilhar, é Philos que mantém os casais unidos. Quando Eros se quer transformar em Philos , achamos que o amor é inútil. Sem perceber que Philos é que nos conduzirá até à força do amor maior, Agape .”

  
 
Diário de um mago – Paulo Coelho
  
  
  

  
  
"Estávamos tão entusiasmados um com o outro que o trouxe para minha casa para podermos continuar a marmelada no sofá da sala de estar. A minha mãe tinha saído. Fora a uma conferência, acho eu. E foi então que reparámos nela, ali parada à porta da sala de estar. Tínhamos perdido a noção das horas. Quando ela percebeu o que se estava a passar , dirigiu-se à cozinha, fechou a porta e fez um chá. Quase deu uma coisa ao meu namorado. Então ele recompôs-se, pegou na roupa e saiu a correr porta fora. Eu fui ter com a minha mãe à cozinha, com as pernas a tremer. Devias tê-la visto... toda sorridente. Explicou-me que era a coisa mais natural do mundo sobretudo na minha idade, em que o corpo estava a despertar e desejoso por experimentar tudo. Disse-me que quando eu me sentisse preparada para ter relações sexuais, deveria informá-la para ela me fornecer contraceptivos, provavelmente a pílula."
 
 Mãe e Filha - Marianne FredriKsson
 

 
Este excerto faz-me lembrar uma passagem do já velhinho filme "La Boum II", em que a mãe da personagem  Vic lhe fala da consulta de ginecologia dizendo-lhe que "não é para a incitar a..." ao qual a filha responde "é para evitar de..."
 
"ce n'est pas pour t'inciter à..."
"c'est pour m'empecher de..."
 
 

Clauclau às 23:57

| Comentar | Adicionar aos favoritos
1 comentário:
De noche a 31 de Março de 2007 às 23:05
não sou assim tão velho quanto isso mas realmente parece-me que a velocidade com que as coisas mudam hoje em dia me "envelhece" a um ritmo maior que o "normal"...
em dois anos mudam mais comportamentos e mentalidades do que cinco quando era "novo"....

quanto aos psicologos tenho sempre algumas reservas... não percebo essa de quantos mais namoricos...

paralelamente aos namoricos... não será mais importante.... quantos mais amigos e relacionamentos (para amadurecer e saber valorizar nas outras pessoas aquilo que realmente alimenta o amor) e quanto mais auto...qualquer coisa... amorpróprio para se poder dar amor a outra pessoa? etc etc

Comentar post

Pesquisar

 

Posts recentes

Escolhas

Investir

Sonhar com o impossível

Amores

Amor

Felicidade

O que construimos

...

Algo melhor

Explosão de hormonas

Aventuras rápidas

Quero-te comigo

Arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

afl(30)

amor(260)

ana santa clara(9)

casamento(10)

catherine dunne(11)

citações(324)

dr.ª robin l. smith(8)

ildikó von kürthy(13)

joana miranda(60)

jorge bucay e silvia salinas(11)

livros(308)

margarida rebelo pinto(32)

maria joão lopo de carvalho(10)

miguel sousa tavares(24)

paulo coelho(28)

robin sisman(9)

sofrimento(21)

stefania bertola(12)

suzanne schlosberg(10)

vida(183)

todas as tags

Readspeaker

Imagens

Retiradas da net