Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Um único homem

“Julie cresceu no seio de uma grande família, com sólidos princípios religiosos. A sua mãe incutira nela e nas irmãs a ideia de que o único homem com quem estivera toda a sua vida era o marido e que tal atitude revelava uma moral exemplar. Ambicionando poder dizer o mesmo às suas futuras filhas, Julie soube, ao ter sexo pela primeira vez com Robert, que teria de casar com ele, pois só assim garantiria a integridade moral que faria dela um modelo de conduta.

Nos anos seguintes, e a exemplo do que a sua própria mãe lhe dissera, Julie pôde, de facto, dizer às filhas que o único homem com quem havia estado era o pai delas. No entanto, não lhes conseguiu explicar porque razão o papá era tão mau, porque motivo ficava tantas noites fora de casa até tão tarde, ou porque é que ela própria chorava tanto.”
 
  A verdade sobre os grandes casamentosDr.ª Robin L. Smith
Clauclau às 09:38

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Negação da realidade

“Quantos não se encaminham para o altar na crença de que a santificação do casamento irá fazer com que o parceiro mude para melhor? Há quem lhe chame fé. Eu prefiro chamar-lhe uma firme negação da realidade.

Se ele já tem necessidade de controlo antes de casar, por que motivo deixará de a ter depois?
Se já não gosta de sexo antes de casar, por que motivo passará a gostar depois?
Se ele já tem dificuldade em manter um emprego antes de casar, porque motivo deixará de a ter depois?
Se ela já bebe demasiado antes de casar, por que motivo passará a beber menos depois.”
 
 A verdade sobre os grandes casamentos – Dr.ª Robin L. Smith

 

Sexta-feira, 30 de Maio de 2008

Não estar apaixonada

 “Achei que era bastante simpático”, assim se referiu Gillian ao homem com quem havia casado. “Bastante simpático!” Abanou a cabeça, incapaz de acreditar que alguma vez pudesse ter pensado dessa forma. “Não estava apaixonada, quando me casei com o Sam. Acho que o fiz porque já tinha vinte e nove anos e não sabia se voltaria de ter outra oportunidade. Todos os homens de quem eu mais gostara me tinham abandonado, e por isso pensei que era talvez o melhor que podia fazer.

Actualmente com quarenta e três anos e uma filha de treze, Gillian ficava deprimida ao pensar como os anos tinham passado sem que tivesse havido melhorias na relação. Perguntei-lhe por que motivo se tinha casado com um homem que não amava .”
 
 

A verdade sobre os grandes casamentos – Dr.ª Robin L. Smith

Clauclau às 17:09

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Casamento - sinónimo de pena de prisão

“Casar não é propriamente “cumprir pena de prisão”. O casamento não é uma condenação à dor, à humilhação e ao sofrimento perpétuos, nem tão pouco um trabalho pesado. E eis uma notícia surpreendente: o amor não faz sofrer. Um bom casamento não faz sofrer.

O sofrimento resulta do confronto entre as ilusões que você traz para a relação e a verdade do que significa viver com outro ser humano. Se acredita que no dia do seu casamento irá entrar para um mundo de sonho e que será levada aos céus numa nuvem branca, sofrerá amargamente quando de novo descer à terra. A única maneira de evitar o choque lancinante e a dor residual que persiste durante anos é renunciar à fantasia romântica e ir buscar a felicidade ao mundo real. Confie em mim, não é tão deprimente quanto parece. A realidade pode ser bem mais alegre e apaixonante do que qualquer conto de fadas.”
 
 
A verdade sobre os grandes casamentos – Dr.ª Robin L. Smith
 
 
 

Recados Para Orkut

 


 

Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

Contos de fadas

“Se procura um Príncipe Encantado que a desperte do marasmo da sua vida com o poder de um beijo mágico, não se esqueça de que a fantasia termina precisamente aí. Nada sabemos sobre a vida da bela acordada e do seu príncipe, depois de ambos partirem a cabalo. É precisamente o facto de desconhecermos o resto da história que faz com que os contos de fadas estejam tão bem preservados. Tanto quanto sabemos, a Bela Adormecida terá posteriormente confrontado o Príncipe, dizendo-lhe: “Obrigada pelo beijo, mas isto não está mesmo a resultar.” Ou, então, o príncipe terá acabado por lhe confessar: “Amava-te quando estavas adormecida, mas agora que acordaste, já não te suporto.”
 
  

A verdade sobre os grandes casamentos – Dr.ª Robin L. Smith

 

Clauclau às 10:34

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 27 de Abril de 2008

Ilha deserta

“Quando se vive uma grande paixão, a ideia de estar sozinho numa ilha deserta com o seu amado pode parecer bastante atraente. No entanto, depressa nos aborreceríamos se esse sonho se tornasse realidade.”
  

A verdade sobre os grandes casamentos – Dr.ª Robin L. Smith

Segunda-feira, 21 de Abril de 2008

Só aceitarei

"Actualmente, só aceitarei ficar ao lado de um homem que me respeite e honre, e a quem eu possa também honrar e respeitar. Só aceitarei ficar ao lado de um homem que seja suficientemente sensato para não deitar tudo a perder por um vício. Jamais ficarei com alguém que tenha de escolher entre mim e uma substãncia, ou entre mim e outra mulher. Só aceitarei ficar ao lado de um homem cuja fidelidade, quer sexual, quer emocional, faça parte do seu sistema de valores, um homem que tenha escolhido viver na verdade, porque essa verdade habita a própria essência do seu ser."

A verdade sobre os grandes casamentos - Dr.ª Robin L. Smith

Clauclau às 10:14

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Viver uma mentira

"Sei o que é viver uma mentira - querer desesperadamente manter uma relação, ao ponto de me tornar invisível. Sei o que é o cansaço de tentar manter uma falsa aparência sem alicerces sólidos."

A verdade sobre os grandes casamentos - Dr.ª Robin L. Smith

Pesquisar

 

Posts recentes

Um único homem

Negação da realidade

Não estar apaixonada

Casamento - sinónimo de p...

Contos de fadas

Ilha deserta

Só aceitarei

Viver uma mentira

Arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

afl(30)

amor(260)

ana santa clara(9)

casamento(10)

catherine dunne(11)

citações(324)

dr.ª robin l. smith(8)

ildikó von kürthy(13)

joana miranda(60)

jorge bucay e silvia salinas(11)

livros(308)

margarida rebelo pinto(32)

maria joão lopo de carvalho(10)

miguel sousa tavares(24)

paulo coelho(28)

robin sisman(9)

sofrimento(21)

stefania bertola(12)

suzanne schlosberg(10)

vida(183)

todas as tags

Readspeaker

Imagens

Retiradas da net