Domingo, 22 de Julho de 2007

Príncipe encantado

“O desejo de beijar, de estar com, de tocar e ser tocada, persistiu pelo Vasco até ao final do curso e não foram raras as vezes, apesar de o namoro ter “oficialmente” terminado, em que se encontraram e se beijaram com paixão, em que ele lhe acariciou o corpo e em que fizeram tudo o mais que é possível fazerem duas pessoas loucas de desejo, excepto, é claro, amor. Ela negava-se a fazer amor com ele, apesar de obcecada pela ideia, de se consumir de desejo e de se masturbar à noite, na cama, de quando em quando, enquanto pensava nele (...).

Ele falava-lhe dos prazeres do sexo, mas ela, com 22 anos, não se deixava convencer. Tinham-lhe dito desde sempre, lá em casa, a mãe, a tia e a avó, que tinha de ser o homem da sua vida, com um príncipe que chegaria, um dia, num cavalo branco e que a levaria a galope para o seu reino encantado onde seriam felizes para sempre.”

A outra metade da laranja – Joana Miranda

Sábado, 21 de Julho de 2007

Relações

“Não quero uma... estás a ver... uma relação. Ficamos só amigos. Não tomes isto pessoalmente mas as relações são muito complicadas e, neste momento, eu prefiro ter uma vida fácil. Não me interpretes mal, és um tipo simpático, mas este é um caso de sítio errado, altura errada, rapariga errada, planeta errado.”
Namorada dos meus sonhos – Mike Gayle
Clauclau às 23:59

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Saber amar

“Não a sabiam amar? Será que ninguém a sabia amar? Ou seria ela que não amava ninguém? A ideia é triste. Não saber amar... não amar ninguém. E, no entanto, o amor está lá, transborda do seu coração, palpita, fervilha. Amar um homem, amar e morrer por ele como Romeu e Julieta. Sofrer por amor. Teria medo de amar para não sofrer?”

A outra metade da laranja – Joana Miranda

Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

Sede de não ser

“Não ando satisfeito! – desabafei. – Há tempos que um mal estar insuportável me fermenta no espírito. Trabalho, como, durmo, leio, e nada do que existe me consegue satisfazer. Por isso deixo-me embalar na contemplação do vazio; tenho sede de não-ser porque o Ser me decepciona um pouco. Que achas disso?

... Da tua vida nada sei, nem quero saber. Talvez isso seja por não ires à igreja todos os domingos, ou por leres demasiados romances deprimentes, ou simplesmente por estares a passar or um período stressante. Não tenho quaisquer respostas para ti, lamento.”

O elogio do fracasso – João Teixeira Freire

Clauclau às 23:51

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Sentimentos

“Os sentimentos, ao contrário das paixões, são mais duradouros e estão ancorados na percepção da realidade externa. Passado esse momento inicial, começam a vir à luz os meus piores aspectos, que também projecto nele. Amar alguém... é das coisas mais bonitas que acontecem ou fazemos acontecer.”
 
“O amor como bem estar que invade o corpo e a alma e que se confirma quando posso ver o outro sem querer mudá-lo.”
Amar de olhos abertos – Jorge Bucay e Silvia Salinas

Clauclau às 10:49

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 17 de Julho de 2007

Ser abandonada

“«Se não confias em mim o melhor é acabar já tudo.» Ele tinha um ar tão despreocupado e lógico que eu pensava: «ele tem razão, isto é uma pancada minha, isto está a acontecer porque o meu pai deixou a minha mãe quando eu tinha cinco anos, eu estava na fase do Edipo, tenho um medo irracional de ser abandonada».”

Um amor nunca vem só – Sarah Dunn

Clauclau às 23:46

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

Ser solteira

“Não que ser solteira, enquanto conceito, seja inteiramente mau. Em certas alturas da vida, ser descomprometida é, na verdade, uma bênção. Aos vinte e poucos anos, ser solteira permite-nos ser espontâneas e estouvadas (...) Ser solteira no final da casa dos vinte também não é mau de todo. Alguns amigos já estão comprometidos mas ainda não ouvimos o tiquetaque de nenhum relógio biológico e sentimo-nos livres para dormir com tipos giros que nunca seriam certamente material casadoiro. Se a família começa a aborrecer-nos, enfiamos as malas no carro e mudamo-nos para outra cidade.”
À procura do Homem ideal – Suzanne Schlosberg

 
Clauclau às 23:42

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 15 de Julho de 2007

Faísca

“A verdade é que a maioria dos adultos responsáveis consegue arranjar sexo, desde que a pessoa esteja disposta a ir para a cama com alguém por quem não se sinta especialmente atraída ou de quem não goste por aí além. Mas o seguinte também é verdade: sim, eu estou à procura de sexo, mas também gostava de mais alguma coisa. No mínimo dos mínimos, gostava que houvesse um pouco de atracção mútua. Gostava que houvesse uma ínfima faísca.”

À procura do Homem ideal – Suzanne Schlosberg

Sábado, 14 de Julho de 2007

Talvez...

“Talvez um dia vá ao teu casamento, abrace a tua noiva como quem recebe no coração um novo amigo e te deseje ver feliz para sempre. Mas sei que estarás sempre nos meus sonhos, devorador do meu descanso e do meu tempo, com os olhos postos numa realidade que nunca existiu.

Nazarenas e matrioscas – Margarida Rebelo Pinto

Clauclau às 23:29

| Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 13 de Julho de 2007

Amores impossíveis

“... ele é um amigo muito próximo, demasiado próximo porque lhe demos excessiva confiança e já caímos na asneira de o amarmos sem exigir nada em troca. É por causa dele que nos metemos horas a fio na cozinha a inventar pratos que com o juízo perfeito nunca nos arriscaríamos a fazer. Por causa dele vamos à ginástica, usamos cremes para reafirmar a pele e fazemos tratamentos de cabelo dos quais só nós vemos o resultado. E ele entra e sai da nossa vida conforme lhe dá na gana e às vezes, num arremesso de insensibilidade tão habitual num homem, relata as conquistas e desabafa as tampas que levou. E nós engolimos em seco, mas aguentamo-nos até ao fim e só quando a porta bate é que a tristeza e o desespero chegam para se vingarem da nossa estúpida e inútil abnegação.”

As crónicas da Margarida – Margarida Rebelo Pinto

Pesquisar

 

Posts recentes

Escolhas

Investir

Sonhar com o impossível

Amores

Amor

Felicidade

O que construimos

...

Algo melhor

Explosão de hormonas

Aventuras rápidas

Quero-te comigo

Arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

afl(30)

amor(260)

ana santa clara(9)

casamento(10)

catherine dunne(11)

citações(324)

dr.ª robin l. smith(8)

ildikó von kürthy(13)

joana miranda(60)

jorge bucay e silvia salinas(11)

livros(308)

margarida rebelo pinto(32)

maria joão lopo de carvalho(10)

miguel sousa tavares(24)

paulo coelho(28)

robin sisman(9)

sofrimento(21)

stefania bertola(12)

suzanne schlosberg(10)

vida(183)

todas as tags

Imagens

Retiradas da net